• Meu Carrinho
  • R$ 0,00

COTELLIC 20MG BLISTER COM 63 COMPRIMIDOS

  • COTELLIC 20MG BLISTER COM 63 COMPRIMIDOS
  • código: 016975
    marca: ROCHE

  • R$ 17.432,75
    à vista no boleto



    Indisponível no site

    Para adquirir este produto
    contate-nos: 0800.606.1410


- COTELLIC 200MG, BLISTER COM 63 COMPRIMIDOS REVESTIDOS

ESPECIFICAÇÕES DO PRODUTO:

Cotellic
(hemifumarato de cobimetinibe)

Produtos Roche Químicos e Farmacêuticos S.A.
Comprimido revestido de 20 mg

Cotellic
hemifumarato de cobimetinibe

APRESENTAÇÃO
Comprimidos revestidos de 20 mg, em caixa que contém 63 comprimidos

VIA DE ADMINISTRAÇÃO
Via oral

USO ADULTO

COMPOSIÇÃO
Princípio ativo: 22,20 mg de hemifumarato de cobimetinibe (equivalente a 20 mg de cobimetinibe)
Excipientes: celulose microcristalina, lactose monoidratada, croscarmelose sódica, estearato de magnésio, álcool
polivinílico, dióxido de titânio, macrogol, talco, água purificada.

INFORMAÇÕES AO PACIENTE
Solicitamos a gentileza de ler cuidadosamente as informações a seguir. Caso não esteja seguro a respeito de
determinado item, por favor, informe ao seu médico.

1. PARA QUE ESTE MEDICAMENTO É INDICADO?
Cotellic, em combinação com vemurafenibe, é indicado para o tratamento de melanoma (doença maligna nas
células da pele que produzem o pigmento chamado melanina) que não pode ser retirado ou que apresenta metástases e
que apresenta um tipo de mutação chamado BRAF V600.

2. COMO ESTE MEDICAMENTO FUNCIONA?
Cotellic inibe a ação de algumas enzimas no tumor, diminuindo a multiplicação e o tempo de vida de suas células,
além de reduzir a formação de vasos sanguíneos que alimentam o tumor e permitem a migração de células do tumor
para o restante do corpo. A combinação de Cotellic e vemurafenibe possui ação mais potente que vemurafenibe
apenas.

O tempo mediano observado para resposta ao tratamento com Cotellic
em combinação com vemurafenibe foi de 1,38 mês (variação de 1,2 a 6,2).

3. QUANDO NÃO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO?
Cotellic não deve ser utilizado se você tiver alergia conhecida a cobimetinibe ou às substâncias usadas na
fabricação do comprimido revestido.

4. O QUE DEVO SABER ANTES DE USAR ESTE MEDICAMENTO?
Consulte também as informações descritas na bula de vemurafenibe, que é usado em combinação com Cotellic
Pacientes devem ter resultado positivo em teste validado para a mutação BRAF V600 antes de iniciar o tratamento
com Cotellic em combinação com vemurafenibe.

Há dados limitados em pacientes que utilizavam Cotellic em combinação com vemurafenibe que progrediram após tratamento anterior com inibidor BRAF. Como a eficácia da combinação será menor nesses pacientes, é necessário cautela quando Cotellic for administrado nessa população, considerando o risco-benefício do tratamento e doença.

Não foram avaliadas a eficácia e a segurança de Cotellic em combinação com vemurafenibe em pacientes com
melanoma positivo para mutações BRAF V600 que apresentam metástase cerebral.
Hemorragia, incluindo grandes hemorragias definidas como sangramento sintomático em uma área ou órgão crítico,
pode ocorrer com Cotellic

Deve ser utilizado com cautela caso você apresente fatores de risco adicionais para hemorragia, como metástases
cerebrais e o uso de medicações que aumentam o risco de hemorragia (por exemplo: heparina, clopidogrel e ácido
acetilsalicílico). Informe seu médico caso apresente fatores de risco adicionais para hemorragia ou faça uso de algum
desses medicamentos.

Retinopatia serosa (acúmulo de líquido entre as camadas da retina ou descolamento de retina) foi observada no início
do tratamento. A maioria dos efeitos colaterais foi reportada como coriorretinopatia (alteração de retina) ou
descolamento de retina e foi resolvida ou melhorada, até ficar sem sintomas, depois da interrupção da medicação ou
redução da dose. Se você apresentar alterações visuais que não tinha antes ou piora de alterações que já tinha,
recomenda-se avaliação oftalmológica. A retinopatia serosa pode ser tratada a partir da interrupção do tratamento,
redução da dose ou descontinuação do tratamento, conforme avaliação de seu médico.

Redução na fração de ejeção ventricular esquerda (FEVE) - coração passa a bombear menor quantidade de sangue
para o corpo - foi relatada por pacientes em tratamento com Cotellic. Por isso, é necessário monitoramento da
FEVE antes do início do tratamento, após o primeiro mês e, pelo menos, a cada três meses ou conforme orientação
médica. A redução da FEVE pode ser tratada a partir da interrupção do tratamento, redução da dose ou
descontinuação do tratamento, conforme avaliação de seu médico.

Podem ocorrer anormalidades em testes do fígado quando Cotellic é usado em combinação com vemurafenibe e
quando vemurafenibe é administrado sozinho. Seu médico deverá monitorar os valores alterados de teste do fígado
através de testes de laboratório para função hepática antes de iniciar o tratamento em combinação e mensalmente
durante o tratamento ou mais frequentemente, se clinicamente indicado.

Rabdomiólise (lesão no tecido muscular) tem sido relatada em pacientes recebendo Cotellic. Uma redução de dose
ou descontinuação do tratamento pode ser necessária caso você venha a apresentar rabdomiólise, conforme avaliação
do seu médico.

Elevações de creatina fosfoquinase (CPK) também ocorreram em pacientes que receberam Cotellic com Zelboraf
em ensaios clínicos. Seu médico pode solicitar exames para medir os níveis de CPK e creatinina no sangue antes e
durante o tratamento, e pode ser necessária uma redução de dose ou interrupção do tratamento caso você apresente
essas alterações laboratoriais, conforme avaliação do seu médico.

Não há dados sobre abuso ou dependência de Cotellic

Não foram feitos estudos sobre os efeitos na capacidade de dirigir veículos ou operar máquinas, mas é importante
lembrar-se de que este medicamento pode provocar alterações visuais (vide item “QUAIS OS MALES QUE ESTE
MEDICAMENTO PODE ME CAUSAR?”) e que você não deve dirigir veículos ou operar máquinas sem antes
consultar seu médico se estiver com a visão prejudicada.

Até o momento, não há informações de que Cotellic (cobimetinibe) possa causar doping. Em caso de dúvida,
consulte o seu médico.

Gravidez
Não é recomendável usar Cotellic durante a gravidez. Estudos em animais apresentaram casos de morte de
embriões e malformações de grandes vasos sanguíneos e de crânio em fetos.

Recomenda-se utilizar duas formas eficazes de contracepção durante o tratamento com Cotellic
e até, pelo menos, três meses depois da descontinuação do tratamento.

Parto e trabalho de parto
Não foi estabelecido o uso seguro de Cotellic durante o trabalho de parto e o parto.

Amamentação
Não se sabe se Cotellic é excretado no leite materno humano. Riscos para recém-nascidos / lactentes não podem
ser excluídos. Seu médico deve optar por recomendar o aleitamento materno ou administrar o medicamento, levando
em consideração a importância do medicamento para a mãe.

Categoria de risco na gravidez: C. Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem
orientação médica ou do cirurgião-dentista.

Uso pediátrico
A segurança e a eficácia de Cotellic em crianças e adolescentes menores de 18 anos ainda não foram estabelecidas.

Uso geriátrico
Não há diferença na exposição de Cotellic entre pacientes idosos (> 65 anos) e adultos.

Gênero
Não há diferença na exposição de Cotellic entre homens e mulheres.

Insuficiência renal
Não se recomenda o ajuste da dose em pacientes com insuficiência renal leve ou moderada. A segurança e a eficácia
de Cotellic não foram estabelecidas em pacientes com insuficiência renal grave.

Insuficiência hepática
A segurança e a eficácia de Cotellic em pacientes com insuficiência hepática não foram estudadas.

Interações entre medicamentos
A administração concomitante de Cotellic com forte inibidor da enzima CYP3A4 (por exemplo: itraconazol,
cetoconazol, claritromicina, atazanavir, nefazodona, saquinavir, telitromicina, ritonavir, indinavir, nelfinavir e
voriconazol) ou indutor da CYP3A4 (por exemplo: fenitoína, carbamazepina, rifampicina, rifabutina, rifapentina e
fenobarbital) pode alterar as concentrações de Cotellic. Portanto, a administração concomitante de indutores e
inibidores potentes da CYP3A não é recomendada. Deve-se ter cuidado quando cobimetinibe for coadministrado
com indutores e inibidores moderados de CYP3A.

Cotellic pode ser coadministrado com medicações que sejam substratos de CYP3A (por exemplo: midazolam,
medicamento utilizado para induzir o sono) e CYP2D6 (por exemplo: dextrometorfano, medicamento utilizado para
combater a tosse).

Cotellic pode ser usado juntamente com antiácidos sem que sua ação seja alterada.

Não há evidência de nenhuma interação significativa entre Cotellic e vemurafenibe em pacientes com melanoma
que não pode ser retirado ou que apresenta metástases.

Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se você está fazendo uso de algum outro medicamento.

Não use medicamento sem o conhecimento do seu médico. Pode ser perigoso para a sua saúde.

5. ONDE, COMO E POR QUANTO TEMPO POSSO GUARDAR ESTE MEDICAMENTO?
Armazenamento
Cotellic deve ser conservado em temperatura ambiente (entre 15 e 30 ºC).

Número de lote e datas de fabricação e validade: vide embalagem.

Não use medicamento com o prazo de validade vencido. Guarde-o em sua embalagem original.

Descarte de medicamentos não utilizados e/ou com data de validade vencida

O descarte de medicamentos no meio ambiente deve ser minimizado. Os medicamentos não devem ser descartados
no esgoto, e o descarte em lixo doméstico deve ser evitado. Utilize o sistema de coleta local estabelecido, se
disponível.

Os comprimidos revestidos de Cotellic são redondos, de coloração branca, com “COB” gravado em um dos lados.
Antes de usar, observe o aspecto do medicamento. Caso ele esteja no prazo de validade e você observe alguma
mudança no aspecto, consulte o farmacêutico para saber se poderá utilizá-lo.

Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.

6. COMO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO?
O tratamento com Cotellic deverá ser orientado somente por um profissional da saúde com experiência no
tratamento de pacientes com câncer. 

Pacientes tratados com Cotellic em combinação com vemurafenibe precisam ter seu estado tumoral de melanoma
positivo para mutação BRAF V600 confirmado por teste validado.

Consulte também as informações descritas na bula de vemurafenibe, que é usado em combinação com Cotellic.

Dose padrão
A dose recomendada de Cotellic é de 60 mg (três comprimidos de 20 mg), uma vez ao dia.

Cotellic é administrado em ciclos de 28 dias. Cada dose de Cotellic é constituída por três comprimidos de 20 mg
(totalizando 60 mg) e deve ser administrada uma vez ao dia durante 21 dias consecutivos (dias 1 a 21 – período de
tratamento), seguidos por uma pausa de sete dias no tratamento com Cotellic (dias 22 a 28 – pausa do tratamento).

Cotellic pode ser ingerido com ou sem alimentos e os comprimidos devem ser engolidos inteiros, com água.
Este medicamento não deve ser partido, aberto ou mastigado.

Duração de tratamento
O tratamento com Cotellic deve continuar até que o paciente não obtenha mais benefícios ou até o surgimento de
efeitos colaterais insuportáveis.

Vômitos
Em caso de vômitos depois da administração de Cotellic, o paciente não deve tomar uma dose adicional de
Cotellic naquele dia, e o tratamento deve ser mantido como prescrito no dia seguinte.
As doses de Cotellic podem ser modificadas pelo médico, que considerará a segurança do paciente e sua tolerância
ao tratamento.

Não é necessário ajuste de dose para pacientes com 65 anos de idade ou mais e para pacientes com insuficiência
renal leve a moderada.

Siga a orientação de seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento.

Não interrompa o tratamento sem o conhecimento do seu médico.

7. O QUE DEVO FAZER QUANDO EU ME ESQUECER DE USAR ESTE MEDICAMENTO?
Se uma dose for perdida, pode ser administrada até 12 horas antes da dose seguinte, para manter o esquema de dose
de uma vez ao dia.

Em caso de dúvidas, procure orientação do farmacêutico ou de seu médico, ou cirurgião-dentista.

8. QUAIS OS MALES QUE ESTE MEDICAMENTO PODE ME CAUSAR?
Os efeitos colaterais descritos a seguir foram identificados em incidência ≥ 5% (todos os graus) ou em incidência ≥
2% (graus mais graves) dos pacientes em estudos clínicos com Cotellic utilizado em combinação com
vemurafenibe.

As seguintes categorias de frequência foram usadas: muito comum (> 10%), comum (> 1% a ≤ 10%), incomum (>
0,1% a ≤ 1%), rara (> 0,01% a ≤ 0,1%) e muito rara (≤ 0,01%).

Distúrbios do sangue e sistema linfático
Reação muito comum: anemia

Distúrbios oculares
Reação muito comum: coriorretinopatia (alteração de retina).
Reações comuns: descolamento de retina, visão turva.

Distúrbios gastrintestinais
Reações muito comuns: diarreia, náuseas e vômitos.

Distúrbios gerais e condições de administração
Reação muito comum: febre.
Reação comum: calafrios.
Investigações
Reação comum: redução da fração de ejeção (coração passa a bombear menor quantidade de sangue para o corpo).

Distúrbios do metabolismo e nutrição
Reações comuns: desidratação e hiponatremia (redução de sódio).
Neoplasias benignas, malignas e não especificadas
Reação comum: carcinoma basocelular (câncer de pele).

Distúrbios de pele e do tecido subcutâneo
Reação muito comum: fotossensibilidade (quando aparecem reações na pele ao se expor à luz), erupção
maculopapular (erupção com manchas e calombos), dermatite acneiforme (inflamação da pele do tipo acne).

Distúrbios vasculares
Reação muito comum: hipertensão (pressão alta).

Os efeitos colaterais a seguir foram reportados com menos de 5% de incidência no estudo clínico de Cotellic
utilizado em combinação com vemurafenibe:

Distúrbios oculares: diminuição da visão.

Distúrbios do metabolismo e nutrição: hiperglicemia (aumento do açúcar no sangue) e hipofosfatemia (redução do
fosfato).

Distúrbios respiratórios, torácicos e mediastinais: pneumonite (inflamação do pulmão).

Distúrbios da pele e tecido subcutâneo: erupção.

Outros efeitos colaterais
Eventos hemorrágicos (sangramentos) foram reportados, como hemorragia cerebral, hemorragia do trato digestório,
hemorragia do sistema reprodutivo e hematúria (sangue na urina).

Fotossensibilidade, carcinoma espinocelular cutâneo (câncer de pele), queratoacantoma (lesões redondas,
endurecidas, muitas vezes com uma ferida no centro) e hiperqueratose (pele endurecida) também foram efeitos
colaterais observados nos estudos clínicos de Cotellic utilizado em combinação com vemurafenibe.
Alterações laboratoriais em testes de funcionamento do fígado foram relatadas por pacientes em tratamento com
Cotellic, como aumento de fosfatase alcalina (ALP), alanina aminotransferase (ALT), aspartato aminotrasferase
(AST), gama-glutamiltransferase (GGT), bilirrubina e creatina fosfoquinase sérica (CPK).

Informe ao seu médico, cirurgião-dentista ou farmacêutico o aparecimento de reações indesejáveis pelo uso do
medicamento. Informe também à empresa através do seu serviço de atendimento.

Atenção: este produto é um medicamento novo e, embora as pesquisas tenham indicado eficácia e segurança
aceitáveis, mesmo que indicado e utilizado corretamente, podem ocorrer eventos adversos imprevisíveis ou
desconhecidos. Nesse caso, informe seu médico ou cirurgião-dentista. 

9. O QUE FAZER SE ALGUÉM USAR UMA QUANTIDADE MAIOR DO QUE A INDICADA DESTE
MEDICAMENTO?
Não há nenhuma experiência com ingestão excessiva de Cotellic. Se houver suspeita de excesso de dose, o
medicamento deve ser suspenso, e o paciente deve procurar orientação médica. Não existe antídoto específico para
doses elevadas de Cotellic.

Em caso de uso de grande quantidade deste medicamento, procure rapidamente socorro médico e leve a
embalagem ou bula do medicamento, se possível. Ligue para 0800 722 6001, se você precisar de mais
orientações.


ONCOLOGIA
informacao







INFORMAÇÕES IMPORTANTES

informacoes
Caso o produto que procura não esteja na lista abaixo, favor contatar-nos por telefone ou e-mail.

Imediatamente após receber a confirmação de pagamento pela instituição financeira o pedido é encaminhado à expedição a qual enviará por e-mail informação com o localizador da entrega para fins de rastreamento.


Todas as entregas são cobertas por companhia seguradora.

Medicamentos controlados pela portaria 344 da ANVISA deverão ser aviados na loja.

Medicamentos conservados sob refrigeração só serão despachados via Sedex de segunda à quarta-feira. Situações especiais devem ser tratadas por telefone.


A Hera Medicamentos trabalha em parceria com as melhores transportadoras, entregando o seu medicamento com rapidez e segurança em todo território brasileiro.

Consulte nossos prazos de entrega

FORMAS DE PAGAMENTO:
Credenciado RedeCard Correios Google Safebrowsing RapidSSL 256Bit Security ConB2c E-commerce
Hera Medicamentos | CNPJ: 09.021.458/0002-82 - MJR Medicamentos | CNPJ 20.390.576/0001­10